Perdidos e (ainda não) achados

Por Luís Bernardo, historiador e membro da TIAC Em ano de eleições autárquicas, a Inspeção-Geral das Administrações Locais (IGAL) já não existirá para auditar as autarquias. Esta Inspeção-Geral foi integrada, como anunciado, em 2011, por Miguel Relvas, na Inspeção-Geral de Finanças. E também não podemos aceder, facilmente, aos documentos produzidos pela IGAL (além dos recursos […]