Grande entrevista

coluna do Público de 30 de Agosto

Faz todo o sentido que, face à criminalidade muito visível das últimas semanas, o ministro da Administração Interna tenha ido à Grande Entrevista da RTP-1, e que Judite de Sousa tenha achado por bem pedir a Rui Pereira respostas definidas e simples às suas perguntas. Tudo bem — mas alguém que me explique porque é que houve momentos em que Judite de Sousa parecia determinada em não deixar Rui Pereira falar (muito o ministro disse “Judite, Judite, Judite”). Ser incisivo é bom — sobretudo numa entrevista sobre assuntos muito sérios — mas fiquei com dúvidas que interromper o entrevistado para exigir as respostas que ele está a levar demasiado tempo a dar (e Rui Pereira tem o seu quê de orador professoral) possa ser considerado incisivo. 
E, já agora: que raio de cenário colorido e luminoso era aquele, mais apropriado a um talk show popular do que a um programa de entrevista sério, onde o que interessa é o que se diz e qualquer visual mais espalhafatoso distrai a atenção do espectador?

Um comentário a Grande entrevista