O noivo de Alijó

Está bem que é domingo e as notícias do dia não são muitas (apesar do comunicado da distrital do Porto do PSD). Mas daí a uma das notícias principais do Jornal da Noite da SIC ser o fait-divers do velhote de Alijó que procura uma noiva aos 80 anos vai um grande passo — sobretudo quando tudo naquela reportagem trazia um toque brejeiro e um tudo nada condescendente do género “estão-me a ver esta cena, o velhote a querer uma noiva por correio” (e aquele magnífico plano da jornalista com a sua mala muito chic, muito fashion, ao lado do senhor?). 

É nisto que dá ter de encher 30, 60, 90 minutos de noticiário diariamente — e mesmo que os jornais de fim de semana sempre tenham sido mais “leves” do que os dos dias de semana, eu, pessoalmente, não estou bem a ver porque é que um dos fait-divers anteriormente relegados para o final do jornal aparece ao fim de 15 minutos como se fosse uma das notícias importantes do dia. Já não sei se sou eu que tenho mau feitio ou se está tudo doido. Há sempre a hipótese de serem as duas coisas ao mesmo tempo.

Os comentários estão fechados.